Carta de Edson Nunes - um dos fundadores do PT

Foto do Edson Nunes indisponível, mas essa charge diz tudo... 

Como um dos fundadores do PT, e tendo iniciado as Lutas Públicas Pela Cidadania Gay (homens e mulheres) no Brasil, há 39 anos, em plena ditadura militar, o que me ocorre  é um  sentimento de revolta e indignação diante de tamanha mostra de negação de seu passado com que a presidente Dilma surpreende a todos que nela depositaram expressiva confiança na defesa dos Direitos Humanos em nosso país.

Inaceitável!

Vivendo, nos últimos anos, um exílio forçado em relação ao Movimento Homossexual Organizado, em função de atitudes de traidores dos fundamentos do PT, e que lamentavelmente contaram com a omissão de parte significativa do referido Movimento Organizado, com raras exceções como a do brilhante e incansável Decano do Movimento Organizado Luiz Mott, lamento não poder, nesta hora, dar vazão prática a toda a indignação que a atitude da presidente Dilma provoca.

Nesses últimos anos, após desligar-me formalmente do Movimento Organizado, e como jamais estive ausente de nossas lutas, o meu campo de atuação tem sido o meio espírita virtual nacional e internacional, onde paradoxalmente, nos últimos tempos, crescia o preconceito à cidadania homossexual.

Sazonados frutos têm sido colhidos, especialmente pelos efeitos integradores observados em centenas de homens e mulheres homossexuais que foram despertados para ampla integração psicológica, espiritual, social e humana interior  e com o meio, ao lado de aliança fraterna de centenas de heterossexuais que passaram a formar na luta pelo fim do preconceito no meio espírita.

Não fossem as limitações financeiras da atual condição pessoal/política a que me vejo submetido, sem dúvida, iria para Brasilia e entraria em greve de fome nas imediações do Palácio do Planalto, até que fosse recebido pela presidente e pudesse perguntar a ela se as  cenas que a chocaram em adolecentes homossexuais têm similitude em adolescentes heterossexuais.


Belo Horizonte, 26 de maio de 2011,
Edson Nunes


Pioneiro das Lutas Públicas Pela Cidadania Gay (homens e mulheres) no Brasil. 


-------------------

Comentários