Fim do Mundo em 2012: A Fabricação de um Mito


A Rede Record, em seu programa Domingo Espetacular, deu um show de fanatismo neste domingo (27 de março de 2011). Depois de falar de um grupo de fanáticos que desapareceu em Diadema-SP, acreditando que seriam arrebatados (sequestrados por deus), eles ensinaram arrebatamento, grande tribulação, anticristo e volta de Cristo como verdades, baseando-se na interpretação da IURD (Igreja Universal do Reino de Deus) em relação à Bíblia. Desgastante, irritante, demente!


Em contrapartida, coloco abaixo dois videos muito interessantes a respeito da mais badalada das teorias sobre o final do mundo em moda hoje: aquela que supostamente se baseia numa profecia maia.


O que têm os maias com Cristo, isso ninguém explica, mas tem muita gente aproveitando  o embalo para fazer uma graninha extra em cima dos idiotas que pensam que não vão precisar mais de dinheiro, uma vez que o mundo está à beira do fim... 


Todo castigo pra corno crente é pouco... kkk



Vale a pena ver esse especialista falando de modo claro e divertido sobre as mentiras espalhadas em nome dos Maias na internet.

Comentários

  1. Pão e circo! É mesmo o que o povinho gosta. E de sentir a argola apertadinha de medo ao fundo das costas também dá muita pica, né.

    Conheço esse senhor Neil Tyson dos documentários (adoro documentários!) dos canais da especialidade da tv a cabo. Gosto muito de o ouvir falar. Apresenta a ciência com boa disposição e humor.

    Cá estaremos no dia 22 de Dezembro de 2012 para contar afinal como foi.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. E esse cara, o Neil Tyson, é muito inteligente. É o tipo de humor que mais gosto. Faz rir e pensar ao mesmo tempo.

    Vc é mara, ManDrag! Vc lê e comenta!!! Adoro!!!

    Beijão,
    Sergio Viula

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixe suas impressões sobre este post aqui. Fique à vontade para dizer o que pensar. Todos os comentários serão lidos, respondidos e publicados, exceto quando estimularem preconceito ou fizerem pouco caso do sofrimento humano.