Bem-Estar (Globo): Carência de Vitamina D


Fiquei impressionado com a riqueza de informações sobre a importância da vitamina D no organismo e a carência dessa vitamina, comprovada por pesquisa feita em São Paulo tanto no inverno como no verão. E por que essa carência de vitamina D? Por falta de sol!  Sim, porque é o sol que produz a vitamina D no organismo humano, e para que isso ocorra, o sol tem que incidir sobre a pele. 

Aí vem a pergunta: e o câncer de pele? O sol não pode provocar câncer de pele? Sim, pode. E por isso é importante usar o protetor ou o bloqueador solar. Porém, a falta de sol ou o uso dos protetores o dia inteiro, todo dia, também causam deficiência de vitamina D e isso pode causar raquitismo (crianças), dores nos ossos, osteoporose, fraturas nas vértebras da coluna, fraturas no fêmur, dores no corpo, etc. 

Como equilibrar as coisas, então?

Segundo os médicos presentes no programa, é preciso tomar sol até 10h da manhã, no máximo. Pessoas muito brancas (quase rosadas!!!), só 5 minutos. Pessoas menos brancas (não negras), 15 minutos. Pessoas negras (não morenas), 25 minutos. Isso deve ser feito três vezes por semana, em média. O sol deve incidir sobre as pernas, os braços e o rosto. No restante do dia, especialmente meio-dia e três horas da tarde, capriche no protetor. Assim, você se protege do câncer de pele e não deixa de produzir a vitamina D, essencial para transportar e fixar o cálcio necessário aos ossos.

Ao programa Bem-Estar, parabéns!

Comentários