Postagens

Postagem em destaque

Cadeirante e gay assumido, Pedro Fernandes fala ao Blog Fora do Armário.

Imagem
Pedro Azevedo Fernandes, nosso entrevistado.
Por Sergio Viula



Conheci Pedro através das redes sociais. Aliás, esse é um dos lados positivos das redes - aproximar pessoas que talvez não se encontrassem de outra maneira. Pedro Azevedo Fernandes é um jovem petropolitano (cidade da região serrana do estado do Rio de Janeiro), ator formado, que também estuda marketing na Unopar e trabalha. Pedro é especial em muitos sentidos, mas existem duas características dele que valem o destaque aqui, visto que motivaram essa entrevista para o Blog Fora do Armário: Pedro é cadeirante e gay. 
O Blog Fora do Armário gosta de dar voz a pessoas da comunidade gay, sejam elas líderes do movimento LGBT ou membros dessa comunidade que possam nos ensinar algo ou que precisem de apoio. Pedro se enquadra na categoria dos que podem nos ensinar algo. 
Fora do Armário: Qual é o maior desafio para uma pessoa cadeirante na cidade onde você mora?
Pedro Fernandes: O maior desafio é a mobilidade urbana. Vivo numa cidade hist…

A 22ª Parada do Orgulho LGBTI do Rio simplesmente arrasou!

Imagem
Por Sergio Viula

Foto de um casal participante da Parada LGBT de Copacabana 2017 - enviada pelo meu amigo Claudio Pfeil via Whatsapp.

A 22ª Parada LGBTI do Rio de Janeiro, celebrada em Copacabana ontem, dia 19 de novembro de 2017, foi simplesmente maravilhosa! 

Depois de muito trabalho para conseguirem organizar e executar a Parada do Rio, o Grupo Arco-Íris e seus parceiros saíram vitoriosos - o evento lotou a Avenida Atlântica e chamou a atenção da mídia nacional e internacional. Lá fora, jornais como o The Independent (Inglaterra) e The New York Times (EUA), entre muitos outros, tanto em inglês como em outros idiomas, deram destaque ao caráter de resistência que a Parada LGBTI do Rio de Janeiro construiu ao longo dos embates com a prefeitura de Marcelo Crivella, sobrinho de Edir Macedo e bispo da Igreja Universal do Reino de Deus. 

Aliás, o primeiro ano de Crivella na prefeitura da cidade do Rio de Janeiro tem sido um desastre em muitos sentidos, especialmente no campo da cultura e do …

Quatro milhões de visualizações! Obrigado, pessoal!

Imagem
Por Sergio Viula



Durante a última semana de outubro e a segunda de novembro, nossa casa esteve sob reforma. Foram dias de colocação de forro, massa PVA, lixamento, pintura e muita, muita poeira. Depois, disso foram dias de faxina - exaustiva faxina... 

Hoje, finalmente, conseguimos reinstalar o computador e retomar as postagens. 

Hoje também foi o dia de convidar para jantar e inaugurar a casa renovada as seguintes figurinhas: pai, mãe, filho, namorada do filho, a irmã do meio, a esposa dela, e a irmã mais nova juntamente com o marido dela, que não pode vir porque trabalha à noite. 

Andre e eu preparamos um gostoso jantar à base de lasanha de bacalhau. Em seguida, foi a vez de uma sobremesa de chocolate, leite condensado e lindos morangos - absolutamente irresistível! - e um cafezinho passado na hora para encerrar o cardápio.

Às 00:10, o pessoal foi embora. A namorada do meu filho tinha acabado de chegar de São Paulo e veio direto para cá. Ela precisava descansar. 

Também estávamos mortos..…

Parada LGBT do Rio rebate informação falsa da prefeitura

Imagem
NOTA PÚBLICA DO GRUPO ARCO-ÍRIS, ORGANIZADORA DA 22ª PARADA DO ORGULHO LGBTI – RIO 2017 REBATENDO FALSA INFORMAÇÃO DE APOIO DA PREFEITURA.

Em relação às matérias veiculadas pelo Jornal do Brasil (Prefeitura do Rio garante verba às Paradas LGBTs), O Globo online (Ministério da Cultura autoriza captação de recursos de R$1,3 milhão para paradas LGBT no Rio) e Agência Brasil de Notícias (Cultura aprova captação de recursos para Mês da Diversidade no Rio), divulgadas nesta segunda-feira, 23 de outubro de 2017, o Grupo Arco-Íris de Cidadania LGBTI, organização que realiza desde 1995 a Parada do Orgulho LGBTI do Rio de Janeiro, que acontece anualmente na Praia de Copacabana, vem por meio desta nota esclarecer que:

I-Em relação ao possível patrocínio com a Uber, ainda em negociação, a Prefeitura MENTE quando afirma que mediou esse trâmite, uma vez que o Grupo Arco-Íris fez a articulação, através de nossa captação de recursos diretamente, não tendo quaisquer relações com órgãos da Prefeitura;

II-…

Criança e sexualidade: Crônica da minha sala de aula

Imagem
Por Sergio Viula




Essa crônica da vida real aconteceu numa das minhas aulas. Os três garotos que protagonizaram a cena serão aqui chamados Zezinho, Huguinho e Luizinho, nomes fictícios que fazem alusão a três patinhos muito travessos, mas também muito inteligentes, que sempre aprontam com o tio Donald.

Pois bem, vamos à inusitada história ocorrida numa aula para crianças de aproximadamente 10 a 12 anos.

Huguinho, um garotinho muito esperto e que me surpreende com sua inteligência aguçada para quase tudo - de filmes com enredo político a conhecimentos gerais do tipo Almanaque Abril Cultural - vira-se para Zezinho e faz um gesto com o indicador e o polegar da mão esquerda fechando um círculo, enquanto pega uma caneta com a mão direita e atravessa o círculo mais de uma vez, indo e voltando. Zezinho ri e repete a brincadeira do colega, mas Luizinho, o mais ingênuo do trio,  não entende por quê eles estão rindo, ou o que isso significa.

Depois de perguntar aos dois e não obter a resposta deseja…

VITÓRIA NA ALERJ: Dia oficial do Orgulho e da Cidadania LGBT no Estado do RJ

Imagem
Que vitória linda! Parabéns, guerreiros e guerreiras. 
Obrigado, deputados e deputadas conscientes! 

Obrigado, especialmente, ao querido Deputado Estadual Carlos Minc.
O Estado Rio de Janeiro agora tem um dia oficial para celebrar o Dia do Orgulho e Cidadania LGBT.

Foto: O Globo








POR O GLOBO
18/10/2017 18:25 / atualizado 18/10/2017 21:50



RIO — A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou nesta quarta-feira um projeto de lei que cria o Dia Estadual do Orgulho e Cidadania LGBT no estado. A proposta, de autoria do deputado Carlos Minc, passou pela Casa com 30 votos a 12. A partir de agora, a data será comemorada oficialmente no dia 28 de junho.

Em nota, Carlos Minc disse que seu projeto levou sete anos para ser discutido em plenário. Segundo o deputado, “a votação de 30 deputados a favor, contra 12, expressou uma maioria contrária ao preconceito e à homofobia”.

No projeto, Minc apresentou uma justificativa para a necessidade de criação de um dia para a comunidade LGBT. Segundo ele,…

Sergio Viula comenta Rozângela Justino - Revista Veja

Imagem
Sergio Viula

 -   Published on Oct 17, 2017



Comentários de Sergio Viula sobre a entrevista da psicóloga da "cura gay", Rozângela Justino, para a revista Veja: http://origin.veja.abril.com.br/120809/homossexuais-podem-mudar-p-015.shtml ERRATA: No minuto 21, aproximadamente, eu cometi um erro. Disse que saí do armário para a imprensa em 2014, mas foi em 2004, quando falei à revista Época: http://www.foradoarmario.net/2009/01/esta-entrevista-que-dei-revista-poca.html Por isso, disse que foi bem antes dos líderes da Exodus e do Love in Action - o que resultou numa matéria produzida pela The Advocate alguns anos depois da minha saída do armário, na qual eles citavam meu caso também: https://www.advocate.com/news/daily-news/2011/11/04/exgay-movement-weaker-minute
Confira também: De onde vem o ódio de cristãos fundamentalistas contra os homossexuais e outros indivíduos que escapam à heteronormatividade? - Respondendo uma pergunta no Facebook. http://www.foradoarmario.net/2014/11/de-ond…

Museu do Amanhã: Capacitação e empregabilidade para o público LGBTQIA+

Imagem
Vejam que programação excelente!
MUSEU DO AMANHÃ - Rio de Janeiro
DIVERSIDADE RIO 2017
Data: 24 de outubro de 2017. Horário: 13h:30 às 18h.

Inscreva-se gratuitamente em:
www.feiradadiversidade.com.br
Somente 300 vagas.

Microsoft e Apple estão entre as companhias que instam a Suprema Corte Americana a proteger os direitos dos trabalhadores LGBT

Imagem
Traduzido por Sergio Viula
para o Blog Fora do Armário


(Reuters) - Dezenas de companhias, incluindo a Google, a Apple, a Microsoft, e a Viacom pediram à Suprema Corte dos Estados Unidos para definir se uma lei que bane discriminação sexual no local de trabalho provê proteção para funcionários gays.



Foto de arquivo: A logo da Microsoft é exibida no Teatro Microsoft na Exposição de Entretenimento Eletrônico de 2017 em Los Angeles, Califórnia, EUA em 13 de junho de 2017. REUTERS/ Mike Blake/Foto de Arquivo

Um grupo de 76 empresas submeteram uma petição à corte dizendo que um racha entre tribunais mais baixos sobre essa questão tem criado incerteza para funcionários e trabalhadores gays.

As companhias pediram à Suprema Corte que tome o caso de Jameka Evans, uma ex-guarda de segurança num hospital da Georgia que diz ter sido assediada e forçada a deixar o emprego por ser gay (N.T.: lésbica).

As companhias disseram que a falta de uma lei federal que proíba claramente a discriminação com base em…

UOL fala sobre "cura gay" em matéria extraordinária - leia.

Imagem